Sua Empresa Está Preparada para o Bloco K?

O que é

O Bloco K é a digitalização do livro de controle da produção e estoque, através do qual organizações industriais e atacadistas deverão enviar dados de seus estoques e produção no SPED Fiscal a partir de janeiro de 2016.

Fonte: Receita Federal – Guia prático da EFD

 

Como funcionará

O Bloco K será transmitido mensalmente, de forma digital, através do SPED FISCAL.

O fisco terá todas as informações relativas às quantidades produzidas e os insumos consumidos em cada produto em processo ou produto acabado, além das informações de industrializações efetuadas por terceiros. Com isso, será possível realizar uma projeção do estoque de matéria-prima e de produtos acabados das empresas e encontrar falhas nos cruzamentos de dados feitos eletronicamente.

 

Consequências

O governo poderá cruzar os saldos apurados pelo SPED com os informados via inventário pelas indústrias e uma eventual diferença injustificada poderá configurar sonegação fiscal, resultando em multas a partir de R$500,00 pela receita federal, além das multas aplicadas conforme a legislação de cada estado.


Contabilidade

Os contadores não poderão ajudar seus clientes por não possuírem dados da produção e do estoque. Cabe a empresa capacitar seus funcionários e controlar seus processos internos para que as informações passadas a contabilidade sejam precisas e consistentes.

T-Rex e Harpia

São os nomes do super computador e do software  desenvolvido por engenheiros do ITA e da Unicamp que serão utilizados pela Receita federal para combater a sonegação fiscal e elevar a arrecadação.

Fonte: Folha de São Paulo

 

Corrida contra o tempo…

Uma grande preocupação dos empresários é a necessidade de mudança cultural e organizacional das empresas, tendo em vista que precisarão capacitar seus funcionários e mudar seu fluxo de trabalho para atender à exigência fiscal.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *